orkut, comunidades, namoros e mensagens
Tudo sobre orkut, namoro, comunidades e mensagens

Meninas a um clique do abuso sexual com fotos sensuais em blogs e no orkut

Garotas de 15 anos distribuem fotos sensuaisEnquanto as autoridades e grandes empresas se debatem contra crimes sexuais que ameaçam jovens e adultos na internet, são os pais que mais permitem a exposição dos filhos aos ataques contra a sexualidade e privacidade.

Fotos de jovens, que não passam de garotinhas, em poses sensuais e provocativas imitadas do que vêm na mídia altamente sexista, e quase nuas, enchem os álbuns nos perfis do Orkut.com.

As denúncias contra comunidades de pedofilia no orkut são inúmeras, mas ao avaliar as denunciadas, nem sempre e possível identificar, ou "tipificar", no jargão policial, o crime. Muitas vezes as tais comunidades, por mais nefastas e imorais que sejam, não podem ser acusadas de pedófilas.

Os membros dessas comunidades reúnem e trocam entre si links para as fotos das tais meninas erotizadas precocemente. Assim, não são fotos clandestinas. Teoricamente, todas foram publicadas pelos donos dos perfis.

De quem é a responsabilidade de proteger as jovens, então? Quando uma criança é encontrada num prostíbulo, os pais podem ser penalizados criminalmente, pois permitiram a exposição dos filhos a ambiente degradante. Com o orkut, é a mesma coisa!

"Periguetes mais gostosas da net" têm só 15 anos!

As chamadas 'periguetes' divulgam proprias fotos seminuasUm exemplo clássico de como a ausência dos pais facilita a exposição dos filhos no orkut: Nesta semana, circulou em vários blogs, ávidos pela visitação, um post sobre as gêmeas Linny e Mary, eleitas pelos blogueiros "as irmãs mais gostosas da net".

Com fotos extremamente erotizadas das duas irmãs em poses sensuais, os textos informam, sem nenhum pudor ou preocupação, que ambas têm 15 anos apenas! Até a divulgação das imagens nos blogs é ilegal, levando-se em conta o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Mas ninguém parece estar muito preocupado, afinal, quem poderia reclamar? As vítimas da exposição, nesse caso, aparecem nas fotos feitas em frente a um espelho de máquina na mão, provando que elas próprias são as autoras do "ensaio semi-erótico".

Se as garotas são induzidas pela mídia a, desde pequenas, se expor como produtos a venda para serem aceitas, é outra discussão...

Mas o fato é que, cabe aos pais, cuidar o que acontece no computador, na máquina digital, no blog e até no celular dessas menininhas.

Nada de conservadorismo. É apenas uma questão de bom senso! Essas garotas podem, mesmo com toda carga de informação que recebem, com todo amadurecimento precoce dos tempos modernos (bla-blá-blá), se submeterem a experiências ruins que marcarão suas vidas para sempre!

Essas garotas podem perder muito cedo a noção dos limites, desenvolvendo uma sexualidade deformada. Podem encontrar pela frente uma gravidez não planejada ou um maníaco que mate de verdade!

É claro que tudo isso pode acontecer sem a ajuda do ambiente virtual. Mas, será que a exposição delas quase peladas para milhares de internautas não vai aumentar as chances das tragédias?

Já visitou o orkut da sua filha hoje?

Há alguns anos, uma campanha esparramou adesivos com os dizeres: "Já abraçou seu filho hoje?"... Agora, a frase deveria ser: "Já visitou o orkut do seu filho hoje?"

É incrível, mas os pais não sentam nem cinco minutos por semana ao lado das crianças para saber o que fazem no computador, na internet.

Os micros são colocados nos quartos, e quanto mais "sossego" as crianças derem enquanto navegam, melhor! Aliás, a impressão geral é de que, estar usando um computador, só pode ser bom para a criança.

Como resultado, pais são surpreendidos com fotos de seus rebentos em orgias sexuais sendo esparramadas por e-mails, outros descobrem atividades ilegais das "crianças" pela internet com a polícia batendo na porta para prender os filhos...

Orkut é lugar de criança?

Por mais que as autoridades esperneiem, que o Google seja acionado, ou que as campanhas alertem, no orkut, assim como no resto da internet, qualquer um está a poucos cliques de um convite para uma seção de "sexo grupal", de um guia para experimentar uma nova droga ou de um manual para matar gatos da forma mais dolorosa possível.

A pergunta que fica, então, é: Orkut é lugar para criança desacompanhada?

Você deixaria sua filha de dez, doze ou dezessete anos sozinha naquela região da cidade onde se concentram os prostíbulos ou clubes suspeitos?

Por mais radical que pareça, as situações são análogas.

Se você é pai, mãe ou responsável por um adolescente, por mais novo que ele seja, considere-se então desde alertado para os riscos que o orkut oferece. E, principalmente, para a falta que sua presença faz!

| |


Tags:


x